Museus e monumentos abrem as portas a partir de hoje. A reabertura será progressiva e com horários adaptados, tendo em conta o contexto pandémico.

PUB.

De relembrar que enquanto vigorar a obrigação de recolhimento a partir das 13h00 durante os fins-de-semana, os museus e monumentos apenas funcionarão durante o período da manhã e com entrada livre para todos os visitantes.

Neste contexto, a Travel&Taste sugere-lhe algumas opções de equipamentos culturais que poderá visitar já a partir de hoje.

 

Parques e monumentos de Sintra

No regresso ao funcionamento, a Parques de Sintra – que gere monumentos como os palácios de Queluz, da Pena, de Monserrate, Palácio Nacional de Sintra, Castelo dos Mouros, e Convento dos Capuchos – relança um conjunto de experiências, otimizadas para ir ao encontro das expectativas de diferentes tipos de públicos.

Pensadas para que os visitantes possam usufruir do património em segurança, existirão alguns constrangimentos por forma a garantir que tudo funciona de acordo com as regras sanitárias em vigor. Restaurantes e cafetarias, por exemplo, estarão limitados ao regime de venda ao postigo.

De referir que as experiências proporcionadas pela Escola Portuguesa de Arte Equestre estão de volta, retomando as suas “Manhãs da Arte Equestre”, que por agora decorrerão apenas no Páteo da Nora.

A Parques de Sintra é detentora do selo “Clean and Safe”, emitido pelo Turismo de Portugal, garantindo que todas as atividades são seguras.

Para saber tudo sobre os horários e condições de acesso veja AQUI.

 

Museu de Lisboa

A partir de 5 de abril o Museu de Lisboa reabre com o Núcleo Arqueológico da Casa dos Bicos, abrindo no dia seguinte os restantes espaços do museu: Palácio Pimenta, Santo António e o Teatro Romano.

A reabertura chega com quatro novas exposições temporárias: Os Espacialistas no Teatro Romano; a exibição Hortas de Lisboa, e a Idade Média ao século XXI, no espaço do Palácio Pimenta; no local do Santo António, a exposição Valha-nos Santo António! Artesanato em tempo de Covid-19 e, por fim, Arqueologia da Rua da Saudade, no Teatro Romano.

Para o primeiro fim-de-semana o Museu de Lisboa preparou percursos e atividades para realizar em família, mas todo o mês de abril contará com programação variada. O destaque vai para o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios – nos dias 17 e 18 de abril – e para o dia que marca a Revolução dos Cravos, o feriado de 25 de abril.

O horário sofreu algumas alterações devido ao contexto pandémico, estando agora todos os núcleos abertos entre as 10h00 e as 18h00 de terça a sexta-feira e, aos fins-de-semana, das 10h00 às 13h00, com exceção da Casa dos Bicos que encerra ao domingo.

Para saber tudo sobre os horários e condições de acesso veja AQUI.