A pandemia de Covid-19 que se instalou em março de 2020 continua a não permitir viagens. Contudo, a pesquisa da eDreams ODIGEO demonstra que por todo o mundo, os viajantes sonham com o pós-pandemia e, inclusive, já fazem planos para as suas próximas aventuras.

PUB.

A prová-lo, a pesquisa por viagens ao estrangeiro em julho (mês em que se espera não exisitrem restrições) na plataforma da marca que subiu 117% desde o início do confinamento.

O estudo revela que a esmagadora maioria dos portugueses inquiridos (77%), tenciona procurar um maior número de opções na escolha de companhias aéreas e serviços de alojamento. De facto, apenas 7% dos viajantes nacionais prioriza uma companhia aérea específica no momento de reservar a sua próxima deslocação.

A partir de dados do mesmo estudo, retiram-se ainda duas conclusões interessantes: em primeiro lugar, que os portugueses são dos viajantes que mais valorizam a variedade de opções para as suas viagens – ficando apenas atrás dos espanhóis – e, em segundo lugar, que são os viajantes menos fiéis a qualquer companhia aérea em particular.

Contudo, não é apenas variedade de escolha que procuram os portugueses. Sendo o preço um ponto muito importante na hora de tomar decisões sobre futuras viagens, 7 em cada 10 inquiridos referiram que valorizam, acima de qualquer outro aspeto, obter bons preços.